Eu adoro feira livre, desde criança é um dos meus passeios prediletos! Curto o ambiente, o papo com feirantes, a profusão  de cores e cheiros, sem falar  no gosto peculiar do pastel com garapa que encerram o programa! Mas confesso aqui que as demandas da vida cada vez mais dificultam uma ida à feira, que em geral acontece durante a semana e pela manhã, horário em que a maioria já está no batente

Quando morávamos em Brasília, eu e o Má batíamos cartão na Feira do Guará todo sábado pela manhã. De lá saímos com o porta-malas cheio de coisas gostosas para preparar para os amigos, que invariavelmente chegavam em casa por volta do meio dia! Era uma festa. Além das compras, tomávamos o café da manhã na própria feira: pamonha, milho assado, água de coco, pastel, garapa, melancia só de lembrar dá uma saudade danada. Era uma das grandes alegrias da vida em Bsb.

feira noturna
Mas eis que, há mais ou menos um ano, uma amiga me apresentou o Varejão Noturno do CEAGESP que acontece às quartas. O inusitado é que começa logo depois que as outras feiras livres terminam. Isso mesmo, começa às 16h00 e termina às 22h00. Até umas 18h30 parece uma feira comum, a partir deste horário a coisa muda: começa a chegar uma horda de gente que acabou de largar do batente, todo mundo com roupa de escritório e a coisa vira um grande happy hour. De volta à Sampa voltamos a frequentar a feira da Vila Madá, que também acontece aos sábados e acaba virando ponto de encontro com os amigos. Mas depois, por conta dos eventos na Cozinha da Matilde, acabamos rareando as nossas idas e entramos em abstinência de feira.

Isso porque além das tradicionais barracas de frutas, legumes, ovos, peixes, frios tem uma praça de alimentação incrível, cheia de mesinhas e dá-lhe comida de rua de primeira: pão com calabresa, acarajé, pamonha, yakissoba, pastel, garapa, espetinhos, pernil e por aí vai, comida honesta para todos os gostos & bolsos e muita cerveja gelada.

E tem mais, estacionamento gratuito, carrinhos de supermercado para as compras e banheiro limpíssimo para a clientela. Feira cinco estrelas!

Eu tenho meu roteiro de apreciação: primeiro compro os legumes, folhas, queijos e então vou comer. Muitos petiscos e cervas depois me jogo nas bancas de frutas, experimento tudo o que tem (sobremesa de primeira) e compro as frutas para a semana!

Ficou com vontade? Vá lá: quartas-feiras: 16h às 22h – no Pavilhão PBCF – entrada pelo portão 7

Feira noturna
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *